70º Salão de Abril é aberto ao público

70º Salão de Abril é aberto ao público

Tradicional mostra das artes plásticas de Fortaleza segue com programação gratuita até 30 de junho

Minimuseu Firmeza foi palco, na tarde do sábado (27), da abertura do 70º Salão de Abril. Em 2019, um total de 30 obras foram selecionadas pela curadoria e os projetos contemplados serão distribuídos em cinco espaços oficiais disponíveis na Capital. A programação gratuita segue até 30 de junho e ainda reúne palestras e debates abertos, propondo, assim, a troca de saberes entre público, acervo e artistas.  A lista completa dos artistas e trabalhos pode ser lida aqui.

Considerado o principal evento de artes da Cidade, a mostra homenageia os artistas Estrigas (1919-2014) e Nice Firmeza (1921-2013). Este ano, o pintor, ilustrador, escritor e crítico de arte comemoraria 100 anos de idade. Além do Minimuseu Firmeza, as obras estarão expostas na Sem Título ArteCentro Cultural Casa do Barão de CamocimEspaço CEGÁS de Cultura e o Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza (CCBNB – Fortaleza).

salão de abril
Público imerso entre o acervoKid Júnior

Sobre a organização da mostra, o secretário da Cultura de Fortaleza, Gilvan Paiva, destaca a caráter histórico da mostra em propor rupturas e discutir a relação das artes no espaço urbano de Fortaleza. “Em 76 anos de existência, o Salão de Abril nos mostra um conjunto de experiências, de experimentações. O que achei mais fantástico nesta 70º edição é que nos aproximamos do mundo real da produção dos artistas. No caso do Minimuseu Firmeza, estamos no ateliê do artista, trata de um museu orgânico com 50 anos de história. A descentralização das obras traz a possibilidade de imersão na coisa do fazer artístico em toda a cidade”, arremata o gestor.

Olhar

A equipe curatorial foi formada por Jacqueline MedeirosSolon Ribeiro e Herbert Rolim, com consultoria de Carlos Macêdo. Segundo dados da Secultfor da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), 383 artistas inscreveram 605 obras. Na primeira fase foram escolhidas até o triplo de vagas da exposição, restando assim as 30 obras participantes do 70º Salão de Abril. “Foi com muita alegria que analisamos essas 605 obras. São trabalhos potentes, reunidos numa chamada pública de 10 dias. Não foi fácil chegar ao número de selecionados. Os primeiros 90 já poderiam estar presentes”, detalhou Jacqueline Medeiros.

No Minimuseu Firmeza ficarão expostas as obras “Série Objetos da Má-Lida I” (Desenho), de Nauer Spíndola; “Wà Coração – Coimbra” (Fotografia), de Wá Coletivo e Marcelo Forte; “Nomes de Abismo” (Videoarte), de Jonas Van Holanda; “Genealogia” (Videoarte), de Rogê; “Memórias de um Homem” (Instalação), de Zaquira; além da performance “Hoje não Bordarei Flores”, de Simone Barreto.

salao de abril
“Wà Coração – Coimbra”, de Wá Coletivo e Marcelo ForteAntonio Laudenir

Sobrinha-neta de Estrigas e Nice, Rachel Gadelha apontou que é muito importante o trabalho de memória tanto do Salão de Abril como do Minimuseu Firmeza. “Que a novas gerações conheçam esse trabalho, se apropriem do lugar. Para estarmos aqui hoje, teve gente que abrui portas”, aponta a organizadora.

Programação completa

Espaços oficiais:

Minimuseu Firmeza
Período de visitação no 70º Salão de Abril: 27/04 a 30/06
Horário de visitação: Quinta-feira a sábado, das 8h às 17h
Endereço: Via Férrea, 259, Mondubim – Fortaleza/CE
Contato: 85 99989.4009

Sem Título Arte
Período de visitação no 70º Salão de Abril: 02/05 a 30/06
Horário de visitação: Segunda a sexta-feira, das 14h às 19h
Endereço: R. João Carvalho, 66, Aldeota – Fortaleza/CE
Contato: 85 3037.0008

Centro Cultural Casa do Barão de Camocim
Período de visitação no 70º Salão de Abril: 11/05 a 30/06
Horário de visitação: Terça a sexta-feira, das 9h às 19h; sábado e domingo, das 10h às 17h.
Endereço: Rua General Sampaio, 1632, Centro – Fortaleza/CE
Contato: 85 3252.1444

Espaço CEGÁS de Cultura
Período de visitação no 70º Salão de Abril: 16/05 a 30/06
Horário de visitação: Segunda a sexta-feira, das 13h às 17h
Endereço: Av. Washington Soares, 6475, José de Alencar – Fortaleza/CE
Contato: 85 3266-6900

Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza (CCBNB – Fortaleza)
Período de visitação no 70º Salão de Abril: 25/05 a 30/06
Horário de visitação: Terça-feira a sábado, das 10h às 18h
Endereço: R. Conde d’Eu, 560, Centro – Fortaleza/CE
Contato: 85 3209.3500

Ateliês Convidados

Roberto e Lúcia Galvão
Período de visitação: 6 e 13 de junho, às 16h
Endereço: Av. Dr. Joaquim Frota, 132 – Água Fria

Hélio e Efimia Rola
Período de visitação: 12 e 19 de junho, às 10h
Endereço: Rua Joaquim Ferreira, 911 – Lagoa Redonda

Acidum Project
Período de visitação: 14 e 15 de junho, das 15h às 18h
Endereço: Rua Rui Monte, 274 – Antônio Bezerra

Sérgio Pinheiro
Período de visitação: 21 e 28 de junho, às 15h
Endereço: Rua Paschoal de Castro Alves, 51 – Vicente Pizon

Sérgio Lima
Período de visitação: 26 e 28 de junho, às 16h
Endereço: Rua Nogueira Acioly, 204 – Centro

Programação Formativa

O Bordado na Arte Contemporânea
Mediadora: Jacqueline Medeiros

A formação acontece em paralelo com a exposição “Bordas e Pespontos: o Bordado na Arte Contemporânea” e trata do lugar deste ofício na arte contemporânea, dos processos de criação, da consciência dos modos de produção, da parceria arte e artesanato e economia afetiva.

Programação:
11 de maio: Palestra com o artista visual Efrain Almeida (CE/RJ). Acontece na abertura da exposição “Bordas e Pespontos: o Bordado na Arte Contemporânea”
Horário: 9h
Local: Ateliê da Nice no Centro Cultural Casa do Barão de Camocim

16 de maio: Palestra com a designer e criadora da marca de bolsas artesanais Catarina Mina, Celina Hissa (CE). A atividade ocorre no dia da abertura da exposição.
Horário: 15h30
Local: Espaço CEGÁS de Cultura

06 de junho: Palestra com o jornalista e consultor de moda Jackson Araujo (CE/SP).
Horário: 18h
Local: Auditório Castelo Branco do Instituto Federal do Ceará (Av. Treze de Maio, 2081 – Benfica)

Inserção da Arte Cearense no Circuito Local e Nacional
Mediador: Herbert Rolim

Problematização do papel do colecionador, da instituição e do galerista no circuito da arte; atuação do artista e sua inserção no mercado de arte.

Programação:
13 de maio: Palestra com o pesquisador da Universidade Estadual do Ceará – UECE, Guilherme Marcondes (RJ/CE); com o colecionador Sérgio Carvalho (DF); e com o galerista Victor Perlingeiro (CE).
Horário: 19h
Local: Sem Título Arte

Ainda Museu?
Mediador: Solon Ribeiro

Aborda o sentido de museu nos dias de hoje, o que se entende por museu orgânico e o lugar de espaços autônomos de artistas visuais e coletivos neste âmbito.

Programação:
30 de maio:
– Peça Teatral “4 Passos”, como grupo Comedores de Abacaxis.
– Palestra com Janaína de Melo (MG/RJ), mestre em Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com estudos sobre museus orgânicos; com Narcélio Grud (CE), artista visual, criador da escola de grafite e do Festival Concreto; e com Rachel Gadelha, produtora e gestora do Minimuseu Firmeza.
Horário: 18h
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste

Fonte: Clube dos Diários

2019-04-29T16:40:22+00:00